Tv del Rei

Tv del Rei

FGTS e a nova medida provisória

A MP 719 autoriza o uso dos recursos do FGTS como garantia para empréstimos consignados, mas o mercado imobiliário está receoso com a possível escassez do fundo. A expectativa do Ministério da Fazenda é que a iniciativa viabilize R$17 bilhões em créditos.

Entretanto, por conta da situação econômica e política ainda despertar muita desconfiança por parte dos consumidores e o aumento do desemprego, a escassez do fundo pode realmente acontecer por conta dos saques feitos por aqueles que querem preservar o bem conquistado.

Alguns executivos do setor bancário defendem a medida como uma alternativa para endividados colocarem as contas em dia em um prazo maior e a juros menores. Do ponto de vista do setor privado, a MP pode contribuir para a adequação de produtos às necessidades das pessoas. http://www.casteval.com.br/

A MP pode ser negativa diante do aumento do desemprego, mas o crédito consignado possui taxas mais baixas que outras linhas como cheque especial e cartão de crédito, o que poderia melhorar o desempenho do setor imobiliário diante da crise.

A utilização do FGTS para o pagamento das prestações do financiamento imobiliário será uma espécie de seguro desemprego, esse tipo de uso seria mais condizente coma agenda do FGTS, segundo reportagem da revista Exame.

 

Imóveis: quais são as informações mais importantes do anúncio?

Chamar a atenção de um potencial cliente comprador de imóveis, não é uma tarefa fácil, como ressaltam as imobiliárias entrevistadas. Colocar as informações certas no anúncio, aquelas que o cliente deseja ter sobre determinado imóvel, é fundamental para ajudar na venda.

Se o anúncio for feito em mídia impressa como jornais ou revistas, o primeiro passo é colocar o valor. Muitos acreditam que deixar o lembrete “preço bob consulta” é mais interessante, pois fará o cliente ligar pra a imobiliária perguntando. Isso não é verdade. O principal ponto que o cliente irá olhar é justamente o preço dos imoveis em curitiba e verificar se este cabe em seu bolso. Sem essa informação dificilmente ele irá entrar em contato.

Logo depois do valor devem ser colocado os outros itens relacionados ao imóvel. A metragem, a quantidade de dormitórios, vagas de garagem, etc. A localização também é muito importante, tentar esconder essa informação deixará o anúncio sem atrativos assim como a falta de preço.

Se o anúncio for feito em portais, vale os mesmos requisitos da mídia impressa, mas com uma diferença, nos portais é imprescindível a colocação de fotos.

 

Como ficará o mercado imobiliário em 2016?

As imobiliárias acreditam que em 2016 o mercado imobiliário estará mais aquecido que o ano anterior, principalmente no segundo semestre. Os preços do metro quadrado devem retroceder e não irá acompanhar a inflação de 10,5%, medida nos últimos 12 meses.

Ficará mais fácil adquirir um imóvel.  Mas para isso, a população deverá readquirir a confiança na estabilidade da economia e da política brasileira.

Aqueles que já tinham maior urgência de moradia, já adiaram a compra em 2015, e com certeza não irão perder a oportunidade de um mercado imobiliário bastante favorável atualmente, os demais consumidores ainda devem esperar e aplicar o dinheiro no mercado financeiro, que está em alta. http://www.imobiliariamota.com.br/

As incorporadoras estarão focadas na venda de móveis em estoque, os que não foram vendidos e os que são produtos de distratos. Os lançamentos não ocorrerão tão cedo, em 2015 a queda foi de 24% em relação ao mesmo período do ano anterior. A maioria das construtoras acredita em uma recuperação somente no segundo semestre de 2016.

O mercado estará mais favorável para incorporadoras que atuam na faixa salarial do programa Minha Casa Minha Vida, com subsídios para a aquisição da casa própria. Espera-se que a Caixa faça o reajuste nos valores de financiamento no início de 2016 para que seja realmente favorável.